ALUF X LORENA DINI  -  autorretrato feito na quarentena

Esse projeto foi realizado em meu estúdio, durante o período de quarentena. A começar pelo exercício de me fotografar, vi esse convite de autorretrato como desafio em mostrar tudo o que passava em minha cabeça naquele momento.
Me fotografei numa semana em que me sentia muito sozinha, literalmente juntando FRAGMENTOS de quem eu sou e tentando assim, reconstruir uma visão sobre mim. 

Para mim, a moda vai muito além de comportamento, de ditar o que se deve vestir ou o que é permitido.
Essa minha visão vem se construindo ao longo dos anos, pois nem sempre enxerguei assim.
Hoje vejo a moda como forma de expressão cultural, como movimento e também como uma construção de imagem que está sempre em evolução. Nesse mundo tão visual, as roupas nos ajudam a transmitir o que a gente é.
Mas eu digo que nem sempre enxerguei assim, porque aprendi que as vestimentas serviam para esconder nosso corpo e que recortes desse corpo deviam ser censurados. 

De uns anos pra cá, venho lendo e me questionando e sobre a normalização da censura e a sexualização do corpo feminino.
E é através da fotografia que me comunico com o mundo. Ela me ajuda a expressar todos esses questionamentos:

"Hoje as memórias foram as únicas que bateram em minha porta
Trouxeram nas mãos cacos de minha desordem
Fragmentos curados do corpo que habito
Hoje as memórias foram as únicas que bateram em minha porta
Disseram que nada esconde as marcas do que me tornei
Escorrem as vestes que sobrepõem a minha pele"

PROJETO DE AUTORRETRATO CONCEBIDO E REALIZADO POR LORENA DINI, à convite da ALUF.

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Tumblr Icon

All pictures

Lorena Dini

  • Instagram Social Icon